Paris escolhida para acolher a Autoridade Bancária Europeia [fr]

A escolha de Paris para acolher a Autoridade Bancária Europeia “é o reconhecimento da atractividade e do empenhamento europeu da França” (Emmanuel Macron). A França congratula-se com a decisão tomada pelos Estados-membros da União Europeia, a quem as autoridades francesas quiseram agradecer pela sua confiança, por relocalizarem em Paris a Autoridade Bancária Europeia, que sairá de Londres em 2019, no âmbito do “Brexit”.

Esta decisão da parte dos nossos parceiros é uma demonstração de confiança que nos honra e nos encoraja. É uma decisão que fortalece o papel importante de Paris nos domínios bancário e financeiro na Europa e realça as condições de vida muito atractivas da região parisiense. Esta escolha permitirá garantir a continuidade e o bom funcionamento da autoridade que são essenciais para assegurar uma boa regulação do sector bancário, elemento-chave para um crescimento saudável, duradouro e gerador de empregos na Europa.

Esta transição será tanto mais fácil quanto maiores forem as possibilidades da praça parisiense garantir à ABE o fácil acesso a um conjunto de talentos e de actores importantes da banca e do sector financeiro na Europa para concretizarem as suas actividades: 145 000 pessoas trabalham na banca ou no sector financeiro na Ile-de-France. Paris e a Ile-de-France constituem, com efeito, um polo económico global, com um largo espectro de actividades financeiras mas, também, industriais e com uma vida cultural intensa.

O Estado e as colectividades da Ile-de-France estão plenamente mobilizados, através do balcão único “Choose Paris Region”, para ajudar a Autoridade Bancária Europeia a ser, rapidamente, totalmente operacional na sua nova sede e a acompanhar cada um dos membros do seu pessoal.

A decisão de relocalização em Paris da Autoridade Bancária Europeia demonstra, mais uma vez, que as medidas tomadas pelo governo francês fazem de Paris uma das cidades mais atractivos do mundo.

Depois da atribuição do Campeonato do Mundo de Rugby em 2023 e dos Jogos Olímpicos de 2024, este novo sucesso ilustra a atractividade e a influência internacional da França.

- Leia aqui o Comunicado da Presidência da República.

publicado em 18/01/2018

Princípio da página