O sucesso das patrulhas conjuntas franco-portuguesas junto de cidadãos franceses [fr]

Pelo segundo ano consecutivo, Portugal recebeu quatro polícias e sete gendarmes franceses que foram integrados em equipas da Polícia de Segurança Pública (PSP) e da Guarda Nacional Republicana (GNR) portuguesas.

Estas patrulhas foram implementadas há dois anos entre Portugal e França, de acordo com a decisão PRUM de 2008 que as regulamenta. Em 2018, realizaram-se em várias cidades de Portugal, como Porto, Lisboa, Sintra, Fátima, Faro ou Setúbal.

Os nossos gendarmes e polícias tiveram a oportunidade de efectuar patrulhas durante os períodos de grande afluência de turistas ou de eventos que reúnem muito público (Festival Nos Alive em Lisboa, Festa de São João no Porto, Festival do Marisco em Olhão, Comemoração do Centenário de Fátima ...).

Estas acções de grande visibilidade, muito apreciadas pelos nossos cidadãos residentes ou de férias em Portugal, permitiram ajudá-los ou orientá-los em caso de dificuldade indicando-lhes, por exemplo, onde fazer uma reclamação, o que fazer em caso de acidente, etc ..

Por outro lado, em França, este ano, pela primeira vez, polícias portugueses deslocaram-se no mês de Julho a Paris tendo efectuado patrulhas com os seus homólogos da Prefeitura de polícia. Esta acção, que será renovada nas próximas festas de fim de ano em Paris, testemunha que ambas as partes desejam desenvolver um dispositivo de segurança de proximidade que dá plena satisfação aos nossos cidadãos.

Patrouilles conjointes franco-portugaises auprès des ressortissants français
Patrouilles conjointes franco-portugaises auprès des ressortissants français
Patrouilles conjointes franco-portugaises auprès des ressortissants français
Patrouilles conjointes franco-portugaises auprès des ressortissants français
Patrouilles conjointes franco-portugaises auprès des ressortissants français - photo de groupe
Patrouilles conjointes franco-portugaises auprès des ressortissants français - photo de groupe

publicado em 31/08/2018

Princípio da página