Novembro: mês do investimento, mostra da atractividade da França no estrangeiro [fr]

Os actores públicos ao serviço da atractividade da França lançaram, no dia 1 de Novembro, o mês do investimento junto de mais de 2500 investidores ou líderes d’opinião estrangeiros em 40 países. As embaixadas e a rede Business France mobilizam-se para promover o destino da França e atrair investidores e talentos internacionais

A palavra de ordem é: “escolha a França, uma economia aberta, atractiva e competitiva”.

A quarta edição do “mês do investimento” tem lugar durante o mês de Novembro em cinco continentes. Esta iniciativa colectiva organizada conjuntamente pelos ministérios da Economia e das Finanças, o Quai d’Orsay e a Business France, tem por objectivo promover as vantagens da França junto de investidores internacionais, decisores económicos e líderes de opinião.

Este ano, cerca de 40 países e mais de 2500 decisores estrangeiros serão sensibilizados para esta iniciativa. Os encontros são organizados pelos actores do ecossistema francês que contribuem para a promoção da atractividade da França no estrangeiro (embaixadas, agências da Business France, CCEF, comunidade French Tech, Câmara de Comércio, OSCI, parceiros privados). O público é constituído maioritariamente por responsáveis de empresas estrangeiras interessadas no mercado francês ou já implantadas em França.

- Entrevista de Pascal Cagni, Prsidente da Business France, ao jornal La Tribune, a 21 de Novembro de 2018.

As principais vantagens da França

- Segundo a última sondagem Kantar Public para a Business France, a atractividade da França aumentou 5 pontos para os investidores alemães, dois pontos para os investidores americanos e 13 pontos para os investidores indianos.
- Com um PIB de 2 575 MM$ em 2017, a França é a 5a economia mundial, depois dos Estados Unidos, da China, do Japão e da Alemanha. Primeiro país de acolhimento de filiais estrangeiras na Europa em 2015, a França registou mais de 28 000 filiais estrangeiras, contra 27 700 na Alemanha e 22 200 no Reino Unido.
- 1,6 milhão de cientistas e engenheiros, 44% da população dos 25 aos 34 anos possui diplomas do ensino superior.
- A França é uma “nação de start-ups” com cerca de 12 000 start-ups e com a maior incubadora de start-ups na Europa, a Station F, situada em Paris.
- Em 2017, a França ocupava o primeiro lugar do ecossistema europeu do capital de risco, com uma mobilização de fundos no valor de 2,7 MM€ (T1-T3), à frente do Reino Unido (Dealroom, 2017).
- O “Grand Paris” é um dos principais mercados financeiros da zona euro, com mais de 800 000 empregos directos e 400 000 empregos indirectos na indústria financeira.

A França ganha em atractividade

Uma sondagem Ipsos sobre a “atractividade da França segundo os responsáveis de empresas estrangeiras” revela que 74% dos empresários interrogados estimam que a França é um país atractivo para as empresas (grande crescimento em relação aos 60% em 2017) e que 67% dos patrões de filiais pensam que as suas sedes mundiais têm uma boa imagem da França (contra 27% em 2016 e 44% em 2017).

Além disso, um estudo Kantar publicado pela agência pública Business France revela que o país é atractivo para 88% dos patrões estrangeiros (+14 pontos em relação a 2016).

- Vantagens da França

- Seis razões para investir em França

JPEG

Reforçar a atractividade da França :

O governo está a implementar um importante plano de investimento 2018-2022 no valor de 57MM€, com o objectivo de apoiar as reformas estruturais para preparar a França para os desafios do futuro : 20MM€ serão destinados à aceleração da transição ecológica, 15MM€ serão atribuídos à aquisição de talentos, 13MM€ serão investidos no desenvolvimento da competitividade através da inovação e por fim 9MM€ estão previstos para apoiar a criação de um Estado digitalizado.

Mais informação em : https://www.diplomatie.gouv.fr

PDF - 395 kb
Le mois de l’investissement 2018 - programme
(PDF - 395 kb)

publicado em 27/11/2018

Princípio da página