Investimento estrangeiro : a França melhora a sua atratividade [fr]

Uma França mais atrativa, líder europeu nos investimentos inovadores!

O “Barómetro da atratividade da França”, publicado pelo gabinete EY, na terça-feira, 4 de junho, regista todos os anos as implantações internacionais na Europa e analisa a perceção que os decisores económicos estrangeiros têm do nosso país. Este barómetro mede, assim, a atratividade de França em relação aos outros países europeus.

Num contexto de declínio das decisões de investimento destinado à Europa (-4% de projetos registados entre 2017 e 2018), a França confirma a sua atratividade, posicionando-se no 2° lugar dos países de acolhimento na Europa, lugar que havia perdido em 2010. Com um crescimento de 1%, enquanto tanto o Reino-Unido como a Alemanha recuam 13%, a França ultrapassa a barreira dos 1027 projetos registados e continua a melhorar a sua imagem junto dos decisores económicos.

É também a imagem de uma França industrial que se desenha neste barómetro, com uma forte dinâmica dos investimentos de Investigação e Desenvolvimento (R&D) e a continuação de uma liderança francesa para o investimento industrial. Pela primeira vez, França ocupa o 1° lugar dos países europeus de destino dos investimentos inovadores (com 144 projetos). A França acumula, por si só, neste domínio, mais projetos do que a Alemanha e o Reino-Unido juntos, com projetos emblemáticos em 2018 como os da IBM, da Symphony ou da Fujitsu. Seja qual for o barómetro, a França tem uma imagem muito boa relativamente às novas tecnologias: o sucesso dos salões internacionais, como o Vivatech e o Tech For Good, assim como o aparecimento de futuras unicórnios, posicionam claramente a França como líder europeu para a inovação.

Além disso, ora que a França conheceu uma desindustrialização nestes últimos trinta anos, o país consegue uma “performance notável” na indústria, com mais de 339 projetos de investimentos estrangeiros, dos quais 80% de extensões de capacidades de produção, ou seja, + 5% em relação a 2017, em 1° lugar a nível europeu.

O inquérito de perceção que completa o barómetro, demonstra que, no início de 2019, a imagem de França continua a ser positiva apesar de um clima social difícil; 80% dos investidores implantados em território nacional declaram-se satisfeitos ou muito satisfeitos com os seus investimentos em França, realçando que a França deve continuar com os seus esforços para fortalecer a sua atratividade em áreas tão variadas como a educação e a formação, a redução dos custos de mão-de-obra, a diminuição dos impostos, o apoio às pequenas e médias empresas (PME).

“A França está a modernizar a sua economia e os investidores sentem-no fortemente ao investirem de maneira duradoura no nosso território. Estes resultados são coerentes com o ano recorde dos investimentos estrangeiros registados pela Business France. O apoio dado pelo governo às indústrias de alta tecnologia assim como aos projetos inovadores ajudam as nossas equipas de Business France a convencer e a ajudar os investidores a escolherem a França como destino para as suas operações europeias”, afirma Christopher Lecourtier, Diretor-Geral da Business France.

Este estudo confirma o do gabinete A. T. Kearney, publicado em meados de maio, que colocou pela primeira vez a França no top cinco dos países mais atrativos para os investidores internacionais, estando a confiança dos investidores a aumentar constantemente desde há dois anos.

PDF - 841.3 kb
O programa de reformas em curso
(PDF - 841.3 kb)

Saiba mais :

JPEG

Actualizado em: 25/06/2019

Topo de página