Férias de Verão em França: respeito pelas regras rodoviárias [fr]

Em vésperas de férias de Verão, é importante lembrar que serão mobilizados quase 15.000 polícias e “gendarmes “ (GNR) para assegurar a vigilância nas estradas francesas.

São cada vez mais os infractores portugueses já que 186 825 condutores de veículos matriculados em Portugal cometeram infracções em França em 2015 (Portugal ocupa o 6º lugar na lista dos países europeus).

Estes infractores (maioritariamente por excesso de velocidade e, em número inferior, por passagem com sinal vermelho) representam riscos, não só para eles próprios como também para os outros condutores.

Em caso de intercepção pelas forças de segurança, poderá ser-lhes aplicada uma sanção:

• pagamento imediato de uma multa mínima ou de uma caução;
• não havendo caução, o veículo poderá ser apreendido e rebocado e as despesas serão a cargo do infractor;
• em caso de infracção grave haverá uma suspensão imediata da carta de condução,
• em caso de infracção grave o veículo será imobilizado (com vista à apreensão).

A informação detalhada sobre a regulamentação francesa, em várias línguas incluindo o português, pode ser consultada no site da segurança rodoviária em:
http://www.securite-routiere.gouv.fr/medias/documentation/guides-et-depliants/depliants-en-langues-etrangeres

O Parlamento francês está a tentar adoptar a necessária legislação para a criação de uma "carta de condução com pontos virtuais" para estrangeiros não-residentes em França, que tenham infringido quando da sua passagem por estradas francesas. Este sistema funcionará como uma carta de condução por pontos francesa (a retirada e a retribuição dos pontos serão efectuadas da mesma forma que para os residentes franceses). Se, contudo, a carta de condução “virtual” do turista estrangeiro já não tiver saldo, o infractor será notificado da proibição de circular durante um ano em território francês.

publicado em 15/05/2017

Princípio da página