Entrega do relatório do Alto Conselho para a Igualdade entre Mulheres e Homens dedicado à diplomacia feminista (18.11.20) [fr]

Communicado de imprensa

Entrega a Jean-Yves Le Drian e a Élisabeth Moreno do relatório do Alto Conselho para a Igualdade entre Mulheres e Homens dedicado à diplomacia feminista.

18 de Novembro de 2020

Brigitte Grésy, Presidente do Alto Conselho para a Igualdade entre Mulheres e Homens entregou, a 18 de Novembro de 2020, ao Ministro da Europa e dos Negócios Estrangeiros, Jean-Yves Le Drian e a Elisabeth Moreno, Ministra delegada junto do Primeiro-Ministro responsável pela Igualdade de Género, Diversidade e Igualdade de Oportunidades o relatório do Alto Conselho sobre a diplomacia feminista conduzida pela França.

Este relatório faz um balanço da aplicação da diplomacia feminista conduzida pela França desde 2018 e sugere recomendações para prosseguir e amplificar essa política pública. O conjunto das acções diplomáticas conduzidas pela França contribui para a defesa e a promoção, tanto a nível internacional como a nível interno, da igualdade entre homens e mulheres no âmbito da organização do Ministério da Europa e dos Negócios Estrangeiros, tendo a mesma sido erigida em Grande Causa nacional do quinquénio pelo Presidente da República. Esta prioridade do Governo desde 2017 não será alterada pela crise sanitária e económica de que as mulheres são as primeiras vítimas.

A diplomacia feminista da França, que é desenvolvida nomeadamente através da Estratégia Internacional da França para a Igualdade entre Mulheres e Homens (2018-2022) promovida pelo Ministério da Europa e dos Negócios Estrangeiros ilustrar-se-á em Junho de 2021, em Paris, por ocasião do Fórum Geração Igualdade, organizado sob a égide da ONU Mulheres, pela França e pelo México, e constituirá o mais importante encontro internacional do próximo ano em matéria de igualdade entre mulheres e homens.

Desde o lançamento desta estratégia e no âmbito da diplomacia feminista desenvolvida pela França, foram realizados progressos substanciais. Os nossos compromissos financeiros a favor da igualdade encontram-se reforçados de forma significativa:

  • 97 milhões de euros foram dedicados aos direitos e à saúde sexual e reprodutiva, prioridade francesa do Fórum Geração Igualdade de 2019;
  • 320 milhões de euros serviram para financiar projectos dedicados à luta contra as desigualdades entre homens e mulheres nos países do Sul, através da Agência Francesa de Desenvolvimento em 2020;
  • A contribuição francesa para a ONU Mulheres passou de 1,7 milhões de euros em 2018 para 3,05 milhões de euros em 2020, colocando a França entre os 20 maiores doadores;
  • A França lançou igualmente, em 2019, o Fundo de Apoio às Organizações Feministas, que dedicará 120 milhões de euros no período de três anos às organizações feministas dos países beneficiários da ajuda pública ao desenvolvimento.

Por último, no plano da paridade, o número de Embaixadoras de França duplicou em cinco anos e o objectivo de atingir 50% de nomeações de primeiras Embaixadoras até 2025 deverá ser mantido. Por conseguinte, a formação e a sensibilização dos agentes em matéria de discriminação com base no género também progride e, no âmbito do seu plano de sensibilização, o Ministério da Europa e dos Negócios Estrangeiros tem por ambição de colocar 7.000 agentes formados, ou seja 60% do pessoal destacado no estrangeiro.

Mais do que nunca, estamos decididos a avançar em todos os domínios da nossa acção com a finalidade de melhorar estes resultados e de pôr inteiramente em prática a diplomacia feminista da França.

Fonte : France Diplomatie

Actualizado em: 20/11/2020

Topo de página