Dia mundial da luta contra a homofobia (17 de Maio de 2017) [fr]

Por ocasião do dia mundial da luta contra a homofobia e a transfobia, a 17 de Maio de 2017, a França reforça o seu apoio à defesa dos direitos das pessoas homossexuais, bissexuais, transgéneros, ou intersexuais (LGBTI), do mundo inteiro.

Por ocasião do dia mundial da luta contra a homofobia e a transfobia, a França reforça o seu apoio à defesa dos direitos das pessoas homossexuais, bissexuais, transgéneros, ou intersexuais (LGBTI). As pessoas LGBTI ainda são vítimas de violências, discriminações e violações dos seus direitos fundamentais, em todo o mundo. Em mais de 70 países, as relações homossexuais são consideradas como delitos ou crimes, passíveis de penas de prisão, ou até da pena de morte.
A França preocupa-se particularmente com as violações graves aos direitos das pessoas LGBTI, nomeadamente com as repressões e os casos de tortura na Chechénia, revelados nestas últimas semanas. A 12 de Abril passado, a França solicitou publicamente à Federação Russa que condenasse as reacções das autoridades Chechenas que, ao negarem a própria existência da homossexualidade, ou ao deixarem entender que as referidas pessoas pudessem ser mortas pelas suas famílias, encorajando um clima de impunidade, no sentido de que se esclareçam estas graves violações aos direitos do Homem, que se encontram garantidos por diversos instrumentos internacionais que a Rússia subscreveu livremente. A França empenha-se em que cessem estas graves violações aos direitos do Homem.

Os princípios fundamentais de igualdade em direitos e em dignidade têm de ser respeitados por todos os indivíduos, seja qual for a sua orientação sexual ou a sua identidade de género. Este combate é uma prioridade da nossa diplomacia. A França apoia, no âmbito das suas relações bilaterais e nos meios internacionais, o objectivo de uma despenalização universal da homossexualidade. Dá, ainda, um apoio directo aos actores no terreno e aos defensores dos direitos das pessoas LGBTI.
Como acontece todos os anos, a nossa rede diplomática organizará, ou associar-se-á às manifestações comuns dedicadas a este dia e, nomeadamente, à iniciativa a favor dos jovens, organizada pelas Nações Unidas em Nova Iorque (hashtag #LGBTYouth).

Além disso, Paris irá receber os 10° Gay Games (https://www.paris2018.com/fr/), de 1 a 12 de Agosto de 2017: este evento desportivo, que se realiza de 4 em 4 anos desde 1982, inscreve-se num quadro global de luta contra as discriminações LGTBI com, por corolário, acções de prevenção e de comunicação. Os participantes podem inscrever-se individualmente (não há delegações por países), com a única condição de terem mais de 18 anos. Este evento é, nomeadamente, apoiado pelo Ministério do Desporto, pela região de Île-de- France, pelos Ministério da Cultura, do Ensino Superior, dos Negócios Estrangeiros e pela Câmara Municipal de Paris.
São esperados 15.000 participantes (aproximadamente. 1/3 de França, 1/3 da América do Norte e 1/3 do resto do mundo). Para mais informações consulte o sítio https://www.youtube.com/channel/UC3aD9-e3teKIz6fZmsYKLag) e veja igualmente o vídeo « PARIS 2018 - Tous égaux! 10e Gay Games » (https://www.youtube.com/watch?v=oZl7aX-yIJA).

PDF - 2.5 Mb
Présentation IDAHOT 2017 (PDF 2.5 Mo)
(PDF - 2.5 Mb)

publicado em 23/05/2017

Princípio da página