Dia Mundial do Ambiente - 5 de Junho de 2018 [fr]

Por ocasião do Dia Mundial do Ambiente, a França destaca a urgência de uma mobilização internacional face à crise mundial do ambiente que ameaça a nossa prosperidade e a nossa segurança. Esta situação requer uma transformação profunda das nossas práticas e também tem de traduzir-se numa acção multilateral eficaz.

A crise ambiental que afecta o planeta não tem precedentes devido à sua rapidez, dimensão e consequências. O aumento contínuo das emissões de gases com efeito de estufa provoca alterações climáticas de consequências incalculáveis para a saúde, a agricultura e a biodiversidade que está em declínio e ameaçada pela pressão exercida sobre os ecossistemas ou os oceanos, cada vez mais poluídos, nomeadamente por causa dos resíduos plásticos.

Este ano, o dia mundial do ambiente tem como mensagem central a poluição plástica e convida a uma reflexão sobre os nossos hábitos quotidianos para preservar o meio ambiente, o planeta e a nossa saúde.

JPEG

O ambiente: um problema comum, uma resposta comum

As respostas a estes desafios globais devem ser concretas e lançadas pela concertação multilateral. A França trabalha com os seus parceiros internacionais para o reforço da implementação dos instrumentos e objectivos comuns ao serviço da biodiversidade e da preservação do ambiente. Os cidadãos são chamados a contribuir para o futuro plano da biodiversidade dirigido pelo Ministro da Transição Ecolóligica e Solidária, Nicolas Hulot.

O acordo de Paris sobre as alterações climáticas, ratificado actualmente por 177 partes, demonstra que é possível agir conjuntamente por um ambiente mais saudável. A França empenha-se desde já na sua implementação, no seu território e a nível internacional. A próxima reunião será a da COP24 em Dezembro deste ano, sob a presidência da Polónia, em que deverão ser aprovadas regras de aplicação fortes, ambiciosas e operacionais.

Para codificar, consolidar e difundir os grandes princípios do direito internacional do ambiente, trabalharemos igualmente com vista à adopção de um pacto mundial para o ambiente sob a égide das Nações Unidas. A França deseja que as negociações deste pacto, cuja primeira resolução processual foi adoptada por uma enorme maioria no passado dia 10 de Maio, sejam conduzidas com a responsabilidade e a urgência que a actual crise ambiental nos impõe. Este esforço só fará pleno sentido se for acompanhado por uma mobilização de todos e se for criada uma dinâmica global para o desenvolvimento de soluções concretas, locais, nacionais e internacionais.

Ver também :

publicado em 12/06/2018

Princípio da página