Descubra a Biblioteca diplomática digital [fr]

Através da sua biblioteca diplomática digital (BDN), o Ministério da Europa e dos Negócios Estrangeiros participa na difusão, na conservação e na valorização de documentos sobre a história diplomática, as relações internacionais, a organização administrativa e o direito internacional.

Esta amostra tem por objectivo dar a conhecer e partilhar uma parte do importante fundo patrimonial da sua biblioteca (500 000 volumes, 3000 revistas e jornais) que pode ser consultado pelo público nas salas de leitura dos centros de arquivos diplomáticos na Courneuve e em Nantes.

JPEG

A biblioteca diplomática digital, fruto de uma estreita cooperação com a Biblioteca nacional de França

De 2009 a 2016, a biblioteca do Ministério da Europa e dos Negócios Estrangeiros (MEAE) confiou ao departamento de digitalização da Biblioteca nacional de França (BnF) 301 títulos (seja 15 202 documentos que representam 357 732 páginas) que vieram enriquecer Gallica, a biblioteca digital deste organismo público.

Em 2015, o MEAE e a BnF fizeram uma nova parceria digital para criar uma biblioteca digital temática apoiando-se numa base técnica comum à Gallica.
A biblioteca do MEAE pode integrar os documentos que ela própria digitalizou. A BDN é inaugurada oficialmente a 12 de Março de 2018.

Uma colecção rica e em expansão

A Biblioteca Diplomática Digital é acessível a todos gratuitamente e propõe actualmente em linha 2643 documentos patrimoniais, classificados em oito áreas distintas :

  • História diplomática
  • Ministério dos Negócios Estrangeiros
  • Diplomatas : formação, escritos e perfis
  • Documentos diplomáticos
  • Direito internacional
  • Tratados, acordos e convenções
  • Protectorados e mandatos franceses
  • Publicações oficiais e intergovernamentais

Os documentos originais são conservados pela biblioteca do MEAE, a BnF e as numerosas bibliotecas parceiras. 4000 novos títulos estão a ser classificados. Eles estarão disponíveis na BDN nos próximos meses. A prazo, manuscritos e certos documentos sensíveis da biblioteca do MEAE, bem como documentos extraídos de colecções de arquivos, digitalizados pelo departamento de reprodução do centro de arquivos diplomáticos de La Courneuve, poderão ser lá consultados. Todos os anos, novas campanhas de integração irão enriquecer esta ferramenta colaborativa.

publicado em 02/10/2018

Princípio da página