Cimeira do G20 em Buenos Aires : a defesa do multilateralismo no centro da ambição francesa. [fr]

A Argentina, que exerce a presidência do G20 desde 1 de Dezembro de 2017, organiza a Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo em Buenos Aires nos dias 30 de Novembro e 1 de Dezembro de 2018. Esta cimeira assinala o 10° aniversário da primeira cimeira de Chefes de Estado, que teve lugar em 2008 na sequência da crise financeira mundial.

JPEG

Em 2018, a presidência argentina desejou dar especial destaque a três assuntos: o emprego, a educação e a inovação, no que respeita o trabalho na era do digital; o financiamento de projectos de infra-estruturas a favor do desenvolvimento ; a agricultura sustentável e a segurança alimentar.

Por ocasião desta cimeira a França advogará uma abordagem colectiva dos grandes desafios globais

.

Esta pretensão incorporará cinco grandes prioridades, para as quais é indispensável uma dinâmica multilateral:

  • Prosseguir a dinâmica do Acordo de Paris sobre o clima e reforçar a mobilização em prol da biodiversidade. Perante a urgência climática, a poucos dias do início da COP24 em Katowice e depois das duas edições do One Planet Summit, a França e os seus parceiros defenderão um compromisso renovado do G20 para o ambiente.
  • Promover um sistema comercial multilateral aberto, justo e baseado em regras . Isto traduz-se em duas acções indissociáveis: rejeitar o proteccionismo e garantir a igualdade das condições de concorrência e a aplicação efectiva das regras da Organização Mundial do Comércio (OMC). Par dar respostas de longo prazo às práticas distorcidas e às medidas unilaterais inapropriadas que prejudicam este objectivo, a cimeira de Buenos Aires deve possibilitar a aprovação de um roteiro sobre a reforma da OMC.
  • Combater o terrorismo e o seu financiamento, capitalizando os resultados positivos alcançados na Cimeira do G20 de Hamburgo em 2017 e na conferência internacional No money for terror que teve lugar em Paris nos dias 25 e 26 de Abril de 2018 à qual se seguirá uma outra conferência a organizar pela Austrália em 2019.
  • Continuar a avançar no que respeita a aposta no desenvolvimento sustentável e na execução da Agenda 2030. A educação, especialmente das raparigas, é uma prioridade do Presidente da República, tal como a igualdade entre mulheres e homens. Esta aposta deve continuar a ser transversal durante os trabalhos do G20. O financiamento do desenvolvimento e a prevenção dos riscos de sobreendividamento nos países menos avançados são também apostas importantes em 2018: numa altura em que os níveis da dívida aumentam nos países pobres, deve-se reforçar a sustentabilidade e a transparência dos financiamentos concedidos pelos credores públicos e privados.
  • Promover uma globalização mais bem regulada e mais inclusiva, apresentada em diferentes dimensões:
    • a integridade financeira, com o compromisso do G20 na luta contra a corrupção e os fluxos financeiros ilícitos e, na sequência das revelações dos Paradise Papers, continuar a exercer pressão sobre os tribunais que não cooperam no domínio fiscal;
    • a dimensão digital (tributação das empresas do digital e promoção de uma concorrência justa em relação aos gigantes da Internet, protecção dos dados pessoais);
    • a França incita por fim outros Estados a apoiarem o "Apelo de Paris para a confiança e a segurança no ciberespaço” para o reforço da responsabilidade dos intervenientes privados na segurança do ciberespaço.

A presidência japonesa do G20 em 2019

No final da cimeira de Buenos Aires, a Argentina passará o testemunho ao Japão para assumir a presidência do G20. A próxima cimeira será organizada em Osaka, nos dias 28 e 29 de Junho de 2019.

No momento em que a França assume a presidência do G7 e organiza a cimeira deste grupo em Biarritz entre 24 e 26 de Agosto, o Presidente da República e o Primeiro-ministro Shinzo Abe encontraram-se em Paris, a 17 de Outubro de 2018, tendo acordado trabalhar em consonância para articular os trabalhos das duas reuniões a realizar no próximo ano.

Actualizado em: 07/12/2018

Topo de página