Celebração do primeiro Dia Internacional da Língua Portuguesa (5 de Maio de 2020) [fr]

A 25 de Novembro de 2019, a UNESCO declarou o 5 de maio "Dia Internacional da Língua Portuguesa". Comemorado pela primeira vez a 5 de maio de 2020, num contexto constrangedor devido ao Covid-19, este Dia Internacional reuniu numerosas personalidades do espaço mundial lusófono.

Nos cinco continentes, mais de 260 milhões de pessoas falam português no dia-a-dia, ou seja, 3,7% da população mundial. Isto torna a língua portuguesa numa das mais faladas no mundo e na primeira do hemisfério sul. É a língua oficial dos nove países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) : Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, bem como da Região Autónoma de Macau.

Importante instrumento de intercâmbio entre povos e culturas, a língua portuguesa é também a língua de trabalho de cerca de trinta organizações internacionais, entre as quais a União Africana, o Mercosul e a União Europeia. Ocupa um lugar crescente na economia e nos intercâmbios comerciais mundiais, bem como nas comunicações na Internet e nas redes sociais. Os países de língua portuguesa contribuem de forma dinâmica para a produção artística, literária e científica mundial, sendo nomeadamente objecto de um alargado reconhecimento pelo seu património cultural, desde a música até às obras literárias.

De forma a realçar a importância e a riqueza da lusofonia no mundo, a data de 5 de Maio tinha sido escolhida em 2009 pela CPLP como Dia da Língua Portuguesa e das Culturas Lusófonas. A 25 de Novembro de 2019, a 40.a sessão da Conferência Geral da UNESCO declarou oficialmente o 5 de Maio como sendo o «Dia Internacional da Língua Portuguesa».

Nesta primeira edição deste Dia Mundial, o Instituto Camões, encarregado de promover a língua e a cultura portuguesas no estrangeiro, em parceria com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a UNESCO e a ONU Info, organizou celebrações online. Foi transmitida uma mensagem do Chefe de Estado de Cabo Verde e Presidente em exercício da CPLP, Jorge Carlos Fonseca, seguida de intervenções do Secretário Executivo da CPLP, Francisco Ribeiro Telles, do Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, do Primeiro-Ministro português, António Costa, do Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, e do Representante português junto da UNESCO, Antonio Sampaio da Nóvoa.

Por esta ocasião, desportistas, cientistas, artistas e outras personalidades que representam a língua portuguesa foram igualmente homenageados através de testemunhos online: Manuel Alegre (Portugal), José Ramos-Horta (Timor Leste), Mia Couto (Moçambique), Germano Almeida (Cabo Verde), Maria Manuel Mota (Portugal), Adriana Calcanhotto (Brasil), Fernando Pimenta (Portugal), Flora Gomes (Guiné-Bissau), Carminho (Portugal), Milton Hatoum (Brasil) e José Tolentino Mendonça (Portugal).

Um concerto com os cantores Aline Frazão (Angola), Ivan Lins (Brasil), Teófilo Chantre (Cabo Verde), Manecas Costa (Guiné-Bissau), Stewart Sukuma (Moçambique), João Gil (Portugal), Tonecas Prazeres (São Tomé e Príncipe) e Zé Camarada (Timor-Leste) encerrou o evento. Transmissão disponível no You tube.

A Câmara Municipal de Lisboa também se juntou às festividades através do Festival 5L dedicado à língua, aos livros, à literatura, à leitura e às livrarias em Lisboa.

Actualizado em: 07/05/2020

Topo de página