COP 21 – Economia de baixo carbono - 32 grandes empresas portuguesas comprometem-se

A Conferência Anual do BCSD, Conselho empresarial para o desenvolvimento sustentável que decorreu a 25 de Novembro abordou o tema da Economia de baixo carbono no âmbito da cimeira de Paris sobre o clima, a COP 21 (30 Novembro – 11 Dezembro).
Nos últimos meses o BCSD desafiou as empresas membro a apresentar as suas soluções de baixo carbono, e os caminhos que precisam ser traçados e percorridos para as conseguirem implementar em grande escala.
ECONOMIA DE BAIXO CARBONO – Soluções made in Portugal by BCSD” é um projecto do BCSD, idealizado e preparado no âmbito da Cimeira do Clima, COP 21, que vai decorrer em Paris no início de Dezembro, que tem como objectivo identificar as soluções que as empresas membro do BCSD já têm implementadas e que estão a contribuir para reduzir as emissões de CO2 e, consequentemente, combater as alterações climáticas. As 32 soluções de baixo carbono – 19 de eficiência energética, quatro de processos industriais, três de renováveis, três de serviços e três de mobilidade.
A perspectiva do BCSD em relação a este tema é que a transição para uma economia menos intensiva em carbono é vista como uma oportunidade de negócio, para as empresas e pelos agentes que financiam a economia, porque reduz o risco e aumenta a resiliência das organizações empresariais num contexto em grande mudança.
De forma agregada, 17 das 19 soluções de eficiência energética, atingiram uma redução de 21% das emissões de CO2, valor que se encontra em linha com os objectivos definidos no Programa Nacional para as Alterações Climáticas (PNAC), que prevê uma redução dos gases com efeito de estufa entre 18% e 23% até 2020. “ECONOMIA DE BAIXO CARBONO – Soluções made in Portugal by BCSD” é um projecto liderado pelo BCSD, para identificar e partilhar as soluções de redução das emissões de gases com efeito de estufa que as empresas portuguesas já têm em curso. É também um contributo para que as empresas encarem o caminho para uma economia mais sustentável como uma oportunidade para melhorar a competitividade das empresas, o emprego e o bem-estar dos cidadãos.
A Conferência Anual do BCSD contou com Jean-François Blarel, Embaixador de França em Portugal, que na ocasião interveio sobre os desafios da COP 21 em Paris e o papel das empresas.

Além disso, algumas grandes empresas portuguesas - CTT, EDP, Comboios de Portugal, Portugal Telecom, Caixa Geral de Depósitos, GALP, REN – Redes energéticas Nacionais, SECIL, SONAE - também publicaram os seus compromissos na plataforma das Nações Unidas colocada à disposição para este efeito - a plataforma NAZCA - climateaction.unfccc.int - no âmbito do plano de acção Lima-Paris. Esta iniciativa conjunta dos presidentes peruano e francês das vigésima e vigésima primeira Conferência das Partes e das Nações Unidas visa apoiar os compromissos individuais dos actores não estatais e as iniciativas cooperativas. Esta mobilização será realçada por ocasião de uma dezena de eventos temáticos de alto nível organizados durante a Conferência de Paris, de 1 a 8 de Dezembro, com destaque para uma jornada de alto nível dedicada à acção de 5 de Dezembro.
Ler mais www.bcsdportugal.org/

Ler o discurso do Embaixador :

PDF - 335.6 kb
(PDF - 335.6 kb)

JPEG

publicado em 24/05/2017

Princípio da página