A estratégia da França no domínio da inteligência artificial [fr]

No dia 29 de Março de 2018, o Presidente francês Emmanuel Macron explicou durante um discurso a nova estratégia da França em matéria de inteligência artificial. Com o fim de apoiar a pesquisa neste domínio, de estimular as start-ups e de recolher dados que poderão ser utilizados e partilhados pelos engenheiros, o governo francês investirá 1,5 mil milhões de Euros em 5 anos. O objectivo é o de recuperar o atraso da França relativamente aos Estados Unidos e à China e de assegurar que os melhores especialistas em inteligência artificial – hello Yann LeCun – escolham Paris e de preferência Palo Alto.

- Discurso do Presidente da República

Logo após este discurso, o Presidente Macron concedeu uma entrevista detalhada, em inglês e em exclusivo, a Nicholas Thompson, chefe de redacção do Wired, sobre esta matéria e sobre as razões que o levaram a interessar-se por ela.

- Entrevista do Presidente da República em versão francesa

A inteligência artificial (IA) está em rápido desenvolvimento graças a novos algoritmos, a novas capacidades de cálculo e também à multiplicação de conjuntos de dados tornados possíveis pela "dataficação" do mundo. As aplicações são cada vez mais numerosas em domínios muito diferentes. Foi neste contexto que o Primeiro-Ministro encarregou Cédric Villani de uma missão sobre inteligência artificial. O relatório desta missão foi divulgado publicamente no dia 28 de Março de 2018.

- Relatório Villani sobre inteligência artificial

publicado em 06/06/2018

Princípio da página