A escritora Dulce Maria Cardoso condecorada pela França (17.10.2012) [fr]

O Embaixador de França em Portugal, Pascal Teixeira da Silva, entregou as insígnias de Cavaleiro da Ordem das Artes e Letras à escritora Dulce Maria Cardoso, na tarde do dia 17 de Outubro, no Palácio de Santos. A cerimónia teve lugar na tarde do dia 17 de Outubro no Palácio de Santos.

Criada em 1957, a condecoração da Ordem das Artes e Letras corresponde a uma das mais altas distinções honoríficas da República Francesa e homenageia personalidades que se destacaram pela sua contribuição na difusão da cultura francesa. Com o seu primeiro romance “Os Meus Sentimentos” Dulce Maria Cardoso recebeu, em 2002, o Grande Prémio Acontece, na sequência da atribuição de uma bolsa de criação literária do Ministério da Cultura português. Foi traduzido e publicado em França com o título “Coeurs arrachés” e publicado no Brasil pela Companhia das Letras, uma das editoras mais reconhecidas. Em 2008 publicou uma antologia de contos: “Até Nós”. Com o seu romance o “O Chão dos Pardais”, publicado em 2009, recebeu o Prémio Pen Club 2010. “O Retorno”, editado em 2011, sobre a experiência dos retornados de Angola, foi distinguido com o prémio especial da crítica LER/Booktailors 2011. Este romance produziu um eco fantástico tendo sido vendidos 15.000 exemplares. Em 2011 a escritora foi nomeada como uma das cinquenta personalidades mais influentes do ano.

Ao entregar esta prestigiada condecoração a Dulce Maria Cardoso a França deseja reconhecer a escrita que emocionou inúmeros leitores em Portugal, em França e em muitos outros países e homenagear esta brilhante escritora que tem desempenhado um papel importante na divulgação da cultura francesa.

crédit photographique Paulo Figueiredo
crédit photographique Paulo Figueiredo

Actualizado em: 19/10/2012

Topo de página