A França vista por Luís Miguel Cintra (05.03.2014) [fr]

Condecorado com as insígnias de «Officier des arts et des Lettres » em 2005, pelo Embaixador de França em Portugal, Luís Miguel Cintra, actor e encenador, aceitou dar a sua opinião sobre a França respondendo ao seguinte questionário:

- Qual é a sua cidade/região francesa preferida?

A menos francesa? Marselha? O Havre onde nasceu a minha bisavó Célina Delesque e onde filmei Mon Cas de Manoel Oliveira, quando conheci Bulle Ogier e Axel Bougousslavski e onde fui tão feliz? Sem brincadeira, talvez a recordação mais agradável seja a de Aix-en-Provence em 1968. Nunca mais lá voltei.

- Qual é o seu filme/actor francês preferido?

Os filmes de Jean Renoir? Louis Jouvet? O Jean-Pierre Cassel e os outros soldados do Caporal Épinglé Mas quando conheci Jeanne Moreau no filme de Manoel de Oliveira O Gebo e a Sombra, percebi porque ela filmou com (quase) todos os génios do cinema. Porque ela é um génio como eles. Como pode depois de tudo o que já fez ainda ser tão espantosamente curiosa da arte de fazer cinema? É a actriz mais autora de si mesmo que conheci. Não é uma intérprete, é uma criadora. Como facilmente se perceberá, apaixonei-me. Ma in Ispagnia son giá 1003!

- Qual o seu livro/autor francês preferido?

O menos francês? Jean Genet?

- Qual é a sua música/cantor francês preferido?

Le Tourbillon de la Vie cantado por Jeanne Moreau.

- Qual o seu prato francês preferido?

O “Tartare” não é Francês pois não? Então o “Steak au poivre” que comia todos os dias no Havre, antigamente.

- Quais os adjectivos que utilizaria para descrever a França?

Um ou dois falsos adjectivos: obrigatória, irresistível.

- Que voto formula para as relações franco-portuguesas?

“Happy birthday to you!”

Luís Miguel Cintra - JPEG

Actualizado em: 22/04/2014

Topo de página